Últimas Notícias
latest
Principal
Principal 2
Bayeux/block-2
Paraíba/block-2

Últimas Notícias

Morre economista da UFPB Tarcísio Valério, ex-secretário de meio ambiente de Bayeux




Faleceu neste domingo (18), vítima da Covid-19, o consultor ambiental e economista da UFPB, Tarcísio Valério. Natural de Guarabira, o ambientalista ganhou protagonismo no município de Bayeux onde ocupou uma liderança importante nas áreas de educação, meio ambiente e cultura a frente de projetos importantes para o desenvolvimento sustentável.

Tarcísio Valério ocupou a secretaria de Meio Ambiente de Bayeux em várias gestões, especialmente com o saudoso ex-prefeito Expedito Pereira, e a secretaria de Indústria e Comércio. Foi um dos idealizadores do Carangafest, maior evento cultural da cidade.

Nas redes sociais, a presidente municipal do PT, Itamara Silva, comunicou e lamentou a morte do amigo e companheiro de lutas. “Quero informar e lamentar profundamente a morte do nosso companheiro Tarcísio do GETEC, infelizmente, foi vencido por esse miserável vírus, somado a falta de compromisso do desgoverno, que buscar oferecer o cuidado e vacinas, colocou a população e nossos companheiros para evidentes riscos”, declarou.

Lideranças e amigos da política, da cultura e das lutas em favor do meio ambiente manifestaram votos de pesar pela morte do economista em várias redes sociais.

Tarcísio Valério era extensionista da Pró Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da UFPB, foi Secretário de Meio Ambiente de Bayeux, Diretor Executivo do Grupo Especializado em Tecnologia e Extensão Comunitária – GETEC e membro da Rede Paraibana de Educação Ambiental.

A equipe do Bayeux em Foco se solidariza com a família nesse momento de profunda dor.


Bayeux em Foco

Paraíba adotará cotas raciais na aplicação da Lei Aldir Blanc




Após reunião entre o Ministério Público Federal (MPF) e Defensoria Pública da União (DPU), cotas raciais serão aplicadas nos recursos federais da Lei nº 14.017/2020 Aldir Blanc para ajudar artistas que tenham direito ao benefício. A medida é uma das providências acordadas na sexta-feira (16), no âmbito de procedimento investigativo que busca o efetivo alcance dos benefícios da lei criada para socorrer o setor da cultura, fortemente atingido pela pandemia da covid-19. A medida também prevê criação de comissão de heteroidentificação para evitar fraudes no acesso às cotas.

Por meio da Lei Aldir Blanc, foi destinado à Paraíba, em 2020, o montante de R$ 36.605.274,22, dos quais restou um saldo estimado em pouco mais de R$ 19 milhões. A prorrogação dos recursos teve o deferimento da petição do Estado da Paraíba ao Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido, deferido pela Ministra Cármen Lúcia, foi um dos encaminhamentos de reunião semelhante, ocorrida na sexta-feira (9).

Para a integrante do Fórum de Artistas Pretes, Pretas e Pretos na Paraíba, a atriz e contadora de histórias, Fernanda Ferreira, a adoção de 30% para artistas negres nos editais gerais lançados pela SecultPB, é uma conquista que pode ser considerada um marco histórico. "Em nível nacional, uma vez que nenhum outro estado brasileiro assumiu esse compromisso com a parcela negra/preta da população, neste momento de pandemia, em que a comunidade artística/cultural é um dos setores mais prejudicados e os negros/as estão em maior condição de vulnerabilidade diante da crise sanitária por que passa o nosso país”, observou.


No final de julho de 2020, o Comitê Ação Permanente pela Cultura e Movimento Negro Unificado lançou a ‘Campanha nacional em defesa das cotas na Lei Aldir Blanc’ para reivindicar o acesso da comunidade artística negra aos recursos emergenciais da lei federal. Dentro da articulação nacional, foi criado o Fórum de Artistas Pretes, Pretas e Pretos na Paraíba que se mobilizou e lançou em setembro a campanha pelas cotas no estado. Em entrevista ao jornal Brasil de Fato, por ocasião do lançamento da campanha 'Cotas na Lei Aldir Blanc' na Paraíba, Fernanda Ferreira mencionou as dificuldades dos artistas da periferia em cumprir as exigências burocráticas para acessarem os recursos emergenciais.


“O movimento hip-hop não está conseguindo se inserir dentro das exigências da lei, assim como o movimento de capoeira. A partir do momento da regularização dos trâmites legais da lei pelos órgãos públicos do estado e do município, os pretos e as pretas, povo da periferia, povo pobre, comunidades e grupos de matriz africana, foram ficando de fora porque não estão atendendo às exigências burocráticas construídas de cima para baixo, pelos órgãos”, afirmou a ativista.

A demanda chegou ao MPF em julho de 2020, por meio de representação do Fórum dos Fóruns da Cultura da Paraíba, que já havia acionado a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, em abril de 2020, para tentar construir uma saída para a questão dos artistas e do setor da economia da cultura. “Realizamos um fórum virtual ‘Cultura contra Covid’, enviamos documentos com propostas ao poder público, apresentamos projetos de lei, como a ‘Lei Zabé da Loca’ e realizamos uma audiência pública sobre a Lei Aldir Blanc com a participação da relatora da lei, a deputada federal Jandira Feghali”, lembra a deputada estadual Estela Bezerra, integrante da comissão da Assembleia.

O secretário da Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, falou da expectativa sobre os próximos editais. "A utilização dos 19 milhões restantes, nessa segunda fase, cuja aprovação sairá, com muita probabilidade, na próxima quinta-feira, abrirá muitos e diversificados editais, que, em quantidade e qualidade, serão significativos quanto a essas necessidades emergenciais”, informou.

Boletim covid: Bayeux reduz casos e pelo terceiro dia não registra mortes



No novo boletim covid divulgado neste sábado (17), o município de Bayeux saiu da lista das cinco cidades que registra maior número de casos e pelo terceiro dia consecutivo não registrou nenhuma morte. 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste sábado (17), 1.124 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 71 (5,15%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.306 (94,85%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 279.170 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 797.555 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 27 novos óbitos desde a última atualização, sendo 21 nas últimas 24h. Os óbitos ocorreram entre os dias 12 e 17 de abril de 2021, sendo 03 deles em hospitais privados e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 6.414 mortes. O boletim registra ainda um total de 194.157 pacientes recuperados da doença.


Concentração de casos


Cinco municípios concentram 649 novos casos, o que corresponde a 47,13% dos casos registrados neste sábado. São eles: João Pessoa, com 438 novos casos, totalizando 75.846; Campina Grande, com 97 novos casos, totalizando 25.589; Pombal, com 49 novos casos, totalizando 3.376; Santa Rita, com 34 novos casos, totalizando 6.815; Nova Floresta, com 31 novos casos, totalizando 755.

Óbitos

Até este sábado, 215 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 27 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de Boa Vista (2), Cabedelo (1), Cajazeiras (1), Campina Grande (4), Diamante (1), Guarabira (2), Itapororoca (1), Itatuba (1), João Pessoa (8), Santa Rita (1), São Bento (1), São Miguel de Taipu (1), Sapé (1), Solânea (1) e Sousa (1).

As vítimas são 18 homens e 09 mulheres, com idades entre 41 e 89 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e 03 não tinham comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 65%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 71%. Em Campina Grande estão ocupados 59% dos leitos de UTI adulto e no sertão 74% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 74 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 725 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 755.947 doses. Até o momento, 568.654 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 187.292 com a segunda dose da vacina. Um total de 1.029.630 doses já foram distribuídas.



Bayeux em Foco com Secom

Novo decreto permite algumas aulas práticas e presenciais, a partir de segunda; VEJA DETALHES



O Diário Oficial do Estado (DOE) irá publicar neste sábado (17), em edição suplementar, o decreto que disciplinará as atividades na Paraíba entre os dias 19 de abril e 2 de maio. As novas diretrizes levaram em consideração o declínio gradativo de pressão no sistema de saúde do estado e a permanência dos protocolos definidos pela Secretaria de Estado da Saúde que enfatizam o uso contínuo de máscaras, a constante higienização das mãos e o distanciamento social para evitar a transmissão da Covid-19. O boletim divulgado hoje pela SES apontou que a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Paraíba é de 68% e de enfermaria, de 56%.

Além disso, a 23ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba, também divulgada hoje, traz um expressivo crescimento no número de municípios paraibanos em bandeira amarela. São 187 cidades, o que equivale a 84% da Paraíba, demonstrando uma tendência de redução das taxas de transmissibilidade. O levantamento ainda constatou que oito municípios saíram da bandeira vermelha para a laranja.

De acordo com o novo decreto, partir da próxima-segunda será permitido o retorno das aulas práticas para os alunos concluintes dos cursos superiores e das atividades presenciais para os alunos com transtorno do espectro autista (TEA) em escolas e instituições privadas de ensinos infantil e fundamental. Além disso, as escolas privadas de ensinos infantil e fundamental poderão funcionar através do sistema híbrido. Já as aulas nas redes públicas estadual e municipais e nas escolas e instituições privadas dos ensinos superior e médio funcionarão exclusivamente através do sistema remoto.

Além do disciplinamento das atividades escolares, o novo decreto mantém o atendimento presencial nos bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência das 6h às 22h, com ocupação de 30% da capacidade do local, podendo chegar a 50% da capacidade com a utilização de áreas abertas, ficando vedada, antes e depois desse horário, a comercialização de qualquer produto para consumo no próprio estabelecimento, cujo funcionamento poderá ocorrer apenas através de delivery ou para retirada de mercadorias pelos próprios clientes.

As missas, cultos e cerimônias religiosas presenciais poderão ocorrer, com ocupação de 30% da capacidade do local, podendo chegar a 50% da capacidade com a utilização de áreas abertas.

Os shoppings centers e centros comerciais deverão obedecer ao horário de funcionamento das 10h às 22h. As atividades da construção civil poderão ocorrer das 6h30 às 16h30. Os estabelecimentos do setor de serviços e o comércio poderão funcionar até dez horas contínuas por dia, sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social e os protocolos específicos do setor, sendo facultado aos gestores municipais o estabelecimento do horário de funcionamento dos segmentos para melhor atender à realidade local. Também caberá às prefeituras ampliar as áreas destinadas às feiras livres, possibilitando o maior distanciamento entre as bancas e ampliação dos corredores de circulação de pessoas.

Seguem liberados para funcionamento salões de beleza, academias; instalações de acolhimento de crianças, a exemplo de creches; hotéis; pousadas; call centers; e indústrias observando todos os protocolos elaborados pela Secretaria Estadual de Saúde e pelas Secretarias Municipais de Saúde.

As atividades presenciais nos órgãos e entidades vinculadas ao Poder Executivo Estadual ficarão suspensas no período de vigência do decreto, à exceção das Secretarias de Saúde, Segurança e Defesa Social, Administração Penitenciária, Desenvolvimento Humano, Fazenda, Secretaria de Comunicação, Cagepa, Fundac, Detran e Codata.

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) e os órgãos de vigilância sanitária municipais, as forças policiais estaduais, os Procons estadual e municipais e as guardas municipais ficarão responsáveis pela fiscalização do cumprimento das normas estabelecidas no decreto. O descumprimento sujeitará o estabelecimento à aplicação de multa e poderá implicar no fechamento em caso de reincidência, que pode compreender períodos de sete a catorze dias, e na aplicação de multas que podem chegar a R$ 50 mil.

Uso de máscaras – Permanece obrigatória no estado a utilização das máscaras nos espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população, vias públicas, no interior dos órgãos públicos, nos estabelecimentos privados e nos veículos públicos e particulares, inclusive ônibus e táxis, cabendo aos órgãos públicos, aos estabelecimentos privados e aos condutores e operadores de veículos a exigência do item.

Bayeux recebe novos lotes de vacinas contra a Covid-19 e também contra a Influenza



A Prefeitura de Bayeux na manhã deste sábado (17), por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), recebeu 2.770 novas doses da CoronaVac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan e também da FioCruz para prevenir contra a Covid-19.

Bayeux, também recebeu 2.650 doses da vacina contra a Influenza. A Influenza é uma infecção viral comum que pode ser fatal, especialmente em grupos de alto risco. A gripe ataca os pulmões, o nariz e a garganta. Crianças pequenas, idosos, gestantes e pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa correm alto risco.

“Estamos totalmente mobilizados para o início da Campanha de vacinação contra a Influenza e ao mesmo tempo firmes e fortes na vacinação contra a COVID-19. Cada dose que recebemos é a nossa esperança sendo renovada”, disse a Prefeita Luciene Gomes.

O Município de Bayeux está imunizando os idosos com mais de 60 anos de idade e também está disponibilizando a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

A primeira etapa da vacinação contra a Influenza teve início dia 12/04 e vai até 10/05. Fará parte deste primeiro grupo crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

“Para se imunizar contra a Influenza é só comparecer ao postos de vacinação que serão nas UBS de cada bairro das 13h às 16h”, explicou o Secretário de Saúde, Nelson Soares.

Fiuk flerta com Juliette após festa do BBB21: “Você não provou minha boca ainda”



Em clima de flerte, Fiuk segue intensificando suas investidas em Juliette. Na festa que rolou na madrugada deste sábado (17), no BBB21, o brother voltou a dar em cima da sister. Após a festa, os integrantes descansavam na sala da casa quando Fiuk não conteve a admiração pela paraibana e soltou uma cantada com o objetivo de conquistar um beijo dela.

No momento da investida, Juliette comentava com outros brothers sobre o selinho que tinha dado em Camilla, elogiando que ela tem uma boca bonita. Foi nesse momento que o filho do cantor Fábio Jr. entrou na conversa, dizendo que sua boca também é bonita. “Você não provou minha boca ainda”, responde o cantor.

Todos que estavam na sala ficaram surpresos com o comentário do cantor. Juliette com seu jeito espontâneo tirou de letra a investida e soltou uma de suas frases bem conhecidas no nordeste: “Que diabo é isso?”, questionou a sister ao cantor.

Homem é morto a tiros e outro fica ferido na manhã deste sábado em Santa Rita


No início da manhã deste sábado (17), um homem foi morto a tiros e outro ficou ferido. Os crimes aconteceram no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa.

A ocorrência foi registrada pela polícia na Rua Primeiro de Maio, no bairro Alto das Populares. De acordo com os policiais, os suspeitos foram ao local com o objetivo de matar um homem e acabaram ferindo outro que saía para trabalhar.

Ao avistarem o suposto alvo, os suspeitos iniciaram os disparos, atingindo também o morador da casa.


O alvo dos criminosos morreu no local devido a gravidade dos ferimentos. O outro homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)) para o Hospital de Emergência e Trauma.

A unidade de saúde não informou o estado de saúde do paciente



PB Agora

Projeto de lei aprovado: praça no Jardim Aeroporto receberá o nome do ex-prefeito Expedito Pereira

 


A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, na última quinta-feira (15), projeto de lei de iniciativa do deputado e presidente da Casa, Adriano Galdino, projeto de lei que denomina de “Expedito Pereira de Souza” à Praça Poliesportiva localizada no loteamento Recanto Feliz, no bairro Jardim Aeroporto. A obra está praticamente finalizada e deve ser entregue pelo Governo do Estado ainda esse mês.

A praça tem quase 9 mil metros de área contando com quadra poliesportiva, campo de futebol, playground, área de vivência, área verde, academia ao ar livre, pista de corrida e caminhada e iluminação em toda sua extensão.

O pedido ao deputado Adriano Galdino foi feito pela prefeita de Bayeux, Luciene de Fofinho, através do ofício 317/2021 destacando o legado de obras e ações do saudoso ex-prefeito Expedito em Bayeux.

A Câmara Municipal de Bayeux, após prestar homenagem póstuma ao ex-prefeito com a aprovação de Voto de Pesar, denominou de Praça Prefeito Dr. Expedito Pereira, a praça que está sendo construída pelo Governo do Estado no Jardim Aeroporto.

Já o oficio 321/2020 da Câmara de Vereadores de Bayeux endereçado ao governador do estado, João Azevedo, consta o requerimento 586/2020 do ex-vereador Jefferson Kita que se tornou de autoria coletiva também com o mesmo objetivo de homenagear o ex-prefeito dando seu nome ao importante equipamento de lazer e convivência.

Assembleia Legislativa, Câmara de Vereadores e prefeitura de Bayeux se uniram para uma justa homenagem póstuma a um dos maiores líderes políticos da Paraíba, que em vida, prestou relevantes serviços ao município de Bayeux como Deputado Estadual, Prefeito e Vereador, além de médico.


Bayeux em Foco